JQC, 5 anos

Paulo Vieira

Tag: , , , ,

DUAS NOTÍCIAS, DOU-TO a boa primeiro: a Lusitana roda.

A ruim agora: vai continuar rodando.

O fim disso sabemos o que é, e sabemo-lo, aliás, desde sempre.

Destarte, este pasquim chega nesta semana gloriosa a seu quinto natalício.

5 anos. Waal.

Como não está fácil para ninguém, tive de desmontar a editoria de efemérides e festividades, por isso este post foi planejado sem mais aquela.

Reuni o que fizemos nos anos anteriores: seletas, como a que vai ao pé, atualizada; mais seleta, que adicionei à primeira; outra seleta, esta mais disfarçada, com direito a uso da expressão “break even point” (?) e, finalmente, no primeiro aniversário, a linda rememoração do primeiríssimo dia deste pasquim.

Tudo isso volta agora, engordado e fortificado, mas para início de conversa saio de minha trincheira das letras e abro espaço para a fotografia, com parte do que de melhor publicamos aqui.

Obrigado Hernán Reig, Julia Zanolli, Talita Ribeiro, Léo Feltran, Ralph Tacconi, Livia Hasegawa e tantos outros que colaboram ou colaboraram ao longo deste cinco anos.

E todos os leitores, em especial o infatigável e queridíssimo Antonio Bellas, sintam-se por favor abraçados, acolhidos, apascentados e os outros dois “a” que não lembro mais o que significam. Perguntem ao Caco de Paula.

O chão do papa/Foto: Hernán Reig
No vaca/Hernán Reig
Colors/Thiago Crepaldi
Tantas emociones/Foto: Hernán Reig
Um pôr do sol/Foto: PH Pampolin
Zona Sul/Foto: PH Pampolin
MAIS ENSAIOS FOTOGRÁFICOS

DESAFIO 28 PRAIAS, POR HERNÁN REIG

MARA BUENOS AIRES, POR HERNÁN REIG

MARA NILSON LIMA, POR THIAGO CREPALDI E ANA LUIZA FIGUEIREDO

COMO FAZER UMA FOTO DIFERENTE DA DO SEU VIZINHO, POR PH PAMPOLIN

MAIS ENSAIOS NÃO FOTOGRÁFICOS

CAETANO VELOSO E A CORRIDA

A VIDA APÓS O STENT

O RETROCESSO DA POLÍTICA VIÁRIA DE SÃO PAULO

MAIS CORRIDA, MAIS BIRITA

CORRIDAS DO GRANDE CARVALHO

CARNAVAL COM CRISTO

A CORRIDA DO PIKO, A MAIS PROUSTIANA DAS MINHAS CORRIDAS

EM CUNHA, ABRINDO PORTEIRAS COM BOLAÑO E FUSCAS

ALGO NÃO ACONTECEU NA IPIRANGA COM A SÃO JOÃO, FELIZMENTE

JERI

A MEIA DE NY – I DID IT MY WAY 

 SEM NÚMERO DE PEITO NA SP CITY

ENTREVISTAS

SUADAS: MARA DO RIO

SUADAS: SP CITY

SUADAS: RIO DO RASTRO

SUADAS: BUENOS AIRES

HEROI FUNG E CARLOS DIAS

MARCOS PAULO REIS: VALORO QUEM FAZ ESPORTE PARA A VIDA TODA

DANILO BALU, O DEMOLIDOR DOS MITOS DE CORRIDA

MARIO SERGIO SILVA, O PIONEIRO DA RUN & FUN

AMYR KLINK, O ULISSES MODESTO

LISTAS

163 DICAS PARA CORRER MELHOR (OU CORRER, PONTO)

51 COISAS QUE A CORRIDA FAZ POR VOCÊ

GLOSSÁRIO PARA INICIANTES DA CORRIDA

ARGUMENTOS PARA EVANGELIZADORES DA CORRIDA

ARGUMENTOS PARA EVANGELIZADORES DA CORRIDA – PARTE 2

13 NOVOS AFORISMOS PARA O SEU GUIA ESPIRITUAL DA CORRIDA

10 VERDADES INCONVENIENTES SOBRE A CORRIDA E O CORREDOR

TESTES

O TESTE DO TESTE DA PISADA

TESTE PARA DEFINIR QUE TIPO DE CORREDOR VOCÊ É

O GUIA DEFINITIVO PARA VOCÊ SABER QUE TÊNIS COMPRAR

TÉCNICAS DE CORRIDA

CORRENDO COM ABRAMOVIC

A TÉCNICA MADADAYO

CORRIDA É PRAZER

UM TREINO DE ALTA INTENSIDADE

DESVENDANDO O TROTE

GUIA SUMARÍSSIMO DO AQUECIMENTO TÉCNICA DE CORRIDA CONTRA AS BOMBAS DA PM

OBSESSÕES

PIPOCA

UM NÚMERO DE PEITO PARA O PIPOCA

PIPOCA: A YESCOM FALA

DO QUE EU FALO QUANDO EU NÃO FALO COM O MURAKAMI

DO QUE EU FALO QUANDO EU NÃO FALO COM O MURAKAMI – PARTE 2

DO QUE EU FALO QUANDO EU NÃO FALO COM O MURAKAMI – SAIDEIRA

O MANUAL MURAKAMI PARA ULTRAMARATONISTAS

O MANUAL MURAKAMI PARA ULTRAMARATONISTAS – SAIDEIRA

CLÁSSICOS

O HOMEM QUE ATROPELOU MARCELO FROMER NÃO QUIS DAR ENTREVISTA

O TÊNIS DO ROLEZINHO

PRECISAMOS FALAR DA MORTE NA CORRIDA

O TÊNIS PERFEITO NÃO EXISTE 

QUEM FREQUENTA O MINHOCÃO

PROTAGONISTA DA PRÓPRIA HISTÓRIA

TURISMO DE EXPERIÊNCIA

MARATONA

MARATONA, O FETICHE

PRIMEIRA MARA, SP: 3:46:31 VIVACE

PRIMEIRA MARA, SP: VERSÃO ANDANTE MODERATO

SEGUNDA MARA, SP: 3:34:09, 12 MINUTOS A MENOS, 12 GRAUS A MAIS

TERCEIRA MARA, NOVA ZELÂNDIA: A PRIMEIRA QUEBRA A GENTE NÃO ESQUECE

QUARTA MARA, RIO: DURA LEX, SED LEX

QUINTA MARA, RIO DO RASTRO: NINGUÉM VIRA NINJA POR SUBIR A MONTANHA

SEXTA MARA, UDI: OS OLHOS NÃO VEEM, MAS OS QUADRÍCEPS SENTEM

COMO NÃO CORRER UMA MARATONA

OS VERDADEIROS MARATONISTAS

FORA DE ESCOPO

AOS CÉSARES O QUE SÃO DOS CÉSARES

BALOUÇANDO O SALSICHÃO EM TAMBABA

PARE DE USAR PLANILHA

PARE DE DISPUTAR PROVAS DE CORRIDA

GINÁSTICA PARA A CABEÇA

NOSSO REPÓRTER CONTA COMO É FAZER UMA PROVA PELADO

IN MEMORIAN

ANANIAS

TOURO INDOMÁVEL (?? – 2014)

GESU BAMBINO: MINHA HISTÓRIA

COBRA MORDENDO O RABO

JQC, 4 ANOS

JQC, 3 ANOS

JQC, 2 ANOS

JQC, 1 ANO

 

/ 805 Posts

Paulo Vieira

Paulo Vieira corre pelas ruas de São Paulo desde os 15 anos e pelo mundo desde os 32, quando passou uma temporada em Londres. Adora correr em estradas rurais, descobrir novos caminhos e ir e voltar do Pico do Jaraguá. Mas agora anda frequentando também treinos no Parque Villa-Lobos às 7 da manhã com seu tênis minimalista - desde que a Lusa não jogue na véspera.

Deixe seu comentário

Seu e-mail não será publicado ou compartilhado e os campos obrigatórios estão marcados com asterisco (*).