Paulo Vieira

Influenciado pelo velho “Guia completo da corrida”, do finado James Fixx, Paulo Vieira fez da calça jeans bermuda e começou a correr pela avenida Sumaré, em São Paulo, na adolescência, nos anos 1980. Mais tarde, após longo interregno, voltou com os quatro pés nos anos 2000, e agora coleciona maratonas – 9 (4 em SP, 2 Uphill Rio do Rastro, Rio, UDI e uma na Nova Zelândia), com viés de alta – e distâncias menos auspiciosas. Prefere o cascalho de cada dia às provas de domingo e faz da corrida plataforma para voos metafísicos, muitos dos quais você encontra nestas páginas. Evoé. Subscribe to the RSS Feed for Paulo Vieira.

Batendo cabeça na prova virtual

NA AUSÊNCIA DAS PROVAS DE CORRIDA como sempre as conhecemos, aquelas com hora certa para começar, muvuca, meia dúzia de colaboradores mal pagos dizendo “bom dia” e “vamulá, gente!”, medalha, maçã ou banana na linha…

A corrida e o outubro rosa

MENINOS E MENINAS VESTEM ROSA, especialmente em outubro, mês em que diversos países em todos os continentes chamam a atenção de seus habitantes para o câncer de mama, uma das três formas mais comuns de…

Jornalismo diletante

DILETANTISMO É O NOME QUE SE DÁ à dedicação exclusivamente por amor a um determinado ofício – é também o nome do disco do Rumo de 1983 que tem a famosa música Ladeira da Memória.…

Os desafios da Ciclocapivara

FECHADA DURANTE PRATICAMENTE TODO O PRIMEIRO SEMESTRE, a ciclovia do rio Pinheiros, em São Paulo, também conhecida por “Ciclocapivara” por conta da população de cerca de 80 indivíduos desses enormes roedores, reabriu em 3 de…

De olhos bem fechados, correndo na praia

VAI PARA UM BOM PAR DE ANOS QUE CORRO, mas registro parte relevante dessa maravilhosa atividade apenas desde 2013, ano glorioso do nascimento deste pasquim. Corrida, contudo, não costuma ser um laboratório tão prolífico para…

Page 1 of 99