Uma cartilha para começar a correr

Paulo Vieira

Tag: , , , ,

A edição norte-americana da revista Runners World fez uma interessante cartilha para quem quer começar a correr. O verão começou esta semana no Hemisfério Norte, e esses tempos de exposição solar convidam ainda mais o leitor para as atividades ao ar livre.

Aqui foi o inverno que chegou, mas conhecemos bem nosso inverno – que vale do Sudeste para baixo, e olhe lá. Entremeado por veranicos, é, na verdade, uma época boa para correr, já que as temperaturas não ficam tão asfixiantes. Bem mais problemática que os 15 graus que convidam a ficar um cadinho mais sob as cobertas é a baixa umidade média trazida pela estação, que tende a tornar os dias mais poluídos.

Mas vamos logo à cartilha da  gringa. Vai no recorta-e-cola na cara dura. O modelo é entremeado com caminhadas. A sugestão aqui é fazer o recomendado abaixo durante uma milha (1,6K) ou cerca de 20-25 minutos de exercício. Você pode aumentar esse objetivo caso se sinta confortável.

Vale para as primeiras duas semanas dessa nova fase de sua vida.

Semana 1

  • Dia 1: 1-minuto corrida / 3 minutos caminhada
  • Dia 2: idem
  • Dia 3 (recuperação ativa): 1minuto corrida / 5 minutos caminhada
  • Dia  4: 1-minuto corrida / 2-minutos caminhada
  • Dia 5: 1-minuto corrida / 2-minutos caminhada
  • Dia 6: 2-minutos corrida / 3-minutos caminhada
  • Dia  7 (recuperação ativa): 1-minuto corrida / 5-minutos caminhada

Semana 2

  • Dia 8: 2-minutos corrida / 3-minutos caminhada
  • Dia 9: 2-minutos corrida / 2-minutos caminhada
  • Dia 10 (recuperação ativa): 2-minutos corrida / 5-minutos caminhada
  • Dia 11: 2-minutos corrida / 2-minutos caminhada
  • Dia 12: 2-minutos corrida / 1-minuto caminhada
  • Dia 13: 3-minutos corrida / 2-minutos caminhada
  • Dia 14: (recuperação ativa): 2-minutos corrida / 5-minutos caminhada

 

/ 990 Posts

Paulo Vieira

Influenciado pelo velho “Guia completo da corrida”, do finado James Fixx, Paulo Vieira fez da calça jeans bermuda e começou a correr pela avenida Sumaré, em São Paulo, na adolescência, nos anos 1980. Mais tarde, após longo interregno, voltou com os quatro pés nos anos 2000, e agora coleciona maratonas – 9 (4 em SP, 2 Uphill Rio do Rastro, Rio, UDI e uma na Nova Zelândia), com viés de alta – e distâncias menos auspiciosas. Prefere o cascalho de cada dia às provas de domingo e faz da corrida plataforma para voos metafísicos, muitos dos quais você encontra nestas páginas. Evoé.

Deixe seu comentário

Seu e-mail não será publicado ou compartilhado e os campos obrigatórios estão marcados com asterisco (*).

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.