Maratona: uma prova para se correr por mais de 4 horas

Paulo Vieira

DOMINGO, COMO SE SABE, É DIA DA NOVA MARATONA de Essepê, a SPCity Marathon – parabéns aos envolvidos pelo uso acerbo da língua portuguesa.

Trata-se da segunda edição desta que é a “outra” maratona do calendário paulistano. Diferentemente da mara da matrona, a Yescom, esta tem no itinerário uma grande atração (Minhocão, Ipiranga x São João, Teatro Municipal, Viaduto do Chá, Praça da Sé etc.)

Dois terços do percurso coincidem com o da prova da Yescom, inclusive no uso sem parcimônia de túneis, como o de 1K que passa sob o rio Pinheiros.

Em relação ao ano passado, houve uma mudança importante no percurso:  sai a subida da Brigadeiro, o toque São Silvestre da SP City, e entra a modorrenta e muito menos exigente 23 de Maio.

Outro diferencial é o horário de largada, às 6h. Se a previsão da Climatempo para hoje na capital paulista se concretizar, e se esse for o padrão para domingo, a largada se dará com frio – 10 a 12 graus.

Só que com quatro horas de prova a temperatura já vai bater nos 22, 23 graus.

SP CITY MARATHON, VEJA OURO E PERRENGUES DO PERCURSO

A MARA DE SP DA YESCOM 2015, VIVACE

OS QUENIANOS DA PIZZA

A MARA DE SP DA YESCOM 2016 EM HAIKAIS

ENQUANTO ISSO, NA CACHOEIRINHA…

Quatro horas pode ser o tempo de corrida dos amadores mais caxias, mas há uma enorme legião de corredores que passa cinco horas, seis horas, seis horas e fumaça correndo.

Na prova do ano passado, e esse é um padrão comum de todas as maras, uma minoria de finalistas, cerca de um terço dos competidores, terminou a prova abaixo de 4 horas. Foram 1 220 corredores fechando em até 4 horas de prova.

Outros 2 134 atletas finalizaram-na num tempo maior.

Saca:

Concluintes com até 3 horas na SP City Marathon 2016: 61 pessoas

De 3 a 4 horas: 1159

De 4 a 5 horas: 1549

De 5 a 6 horas: 527

Acima de 6 horas: 58

Para mim, esses que não largam o osso com tanto tempo de corrida, sob um sol carioca, são os verdadeiros maratonistas.

Como o pequeno empresário Ricardo Azevedo, esgrimista tornado corredor aos 55 anos, e que na estreia da SP City, ano passado, fechou a prova em 5:40:47 (resultado oficial), na 3210ª colocação geral.

Ricardo trocou a esgrima pela corrida e correu "para" 5:44
Ricardo trocou a esgrima pela corrida e correu “para” 5:40

Ou a Alessandra Cristina da Silva, dona de casa de 38 anos que debutava em maras. Moradora do Parque Cocaia, Zona Sul Extrema, começou a treinar seguindo um app da Nike. Terminou a mara de 2016 em 5:38:46, 3 193ª posição entre todos os 3353 finalistas.

Alessandra começou a treinar no Cocaia com um app da Nike. E concluiu sua primeira mara
Alessandra começou a treinar no Cocaia com um app da Nike. E concluiu sua primeira mara

Para o Ricardo e para a Alessandra, essa largada mais cedo é fundamental: correr até 11 da manhã é muito mais confortável que às 13h.

Se bem que esse pessoal não é de desistir só porque a temperatura subiu… 14 graus.

Veja outros depoimentos de finalistas da SP City Marathon de 2016 aqui.

 

Tagged: , , , , , , , , , ,

/ 660 Artigos

Paulo Vieira

Paulo Vieira corre pelas ruas de São Paulo desde os 15 anos e pelo mundo desde os 32, quando passou uma temporada em Londres. Adora correr em estradas rurais, descobrir novos caminhos e ir e voltar do Pico do Jaraguá. Mas agora anda frequentando também treinos no Parque Villa-Lobos às 7 da manhã com seu tênis minimalista - desde que a Lusa não jogue na véspera.

2 Comentários

  1. Marcos Viana Pinguim

    Bom dia Paulo!!!
    Espero que esteja tudo bem com você!!!
    Parabéns por mais um excelente e revolucionário artigo, aliás essa é sua marca registrada.
    Sabemos que existem pontos de vistas opostos no que se refere “verdadeiro maratonista”, mas creio que qualquer atleta que completou a maratona e teve seu nome publicado na lista geral de classificação é “oficialmente” um maratonista, mas também creio que uma pessoa que consiga fazer um treino de 42,195 km ou um pouco acima obtendo a distância corrida via Garmin, ou Google Maps, etc, também é um maratonista, aliás para ter um espírito de maratonista você não depende de um organizador para te nomear e sim da sua própria vontade. Um grande abraço!!!

    Reply

  2. antonio bellas

    Tenho 15 maratonas completadas (a primeira em 1982), com melhor tempo de 3h17min (1996), e a ultima (2017) com 5h14 .
    Corro, portanto, maratonas a 35 anos.
    Mesmo com 5 horas, me considero um maratonista aos 53 anos!!
    Me divirto muito, me arrependo no meio da prova, e todo ano estou lá
    Realmente, o espirito da maratona, sua cabeça, eh que conta!

    Reply

Deixe seu comentário

* Campos obrigatórios. Seu e-mail não será publicado.