Revista Runner’s World deixa de ser publicada pela Editora Abril

Julia Zanolli

Tag: , ,

Quando a Runner’s World foi lançada e eu fui contratada como estagiária, lá nos idos de 2008, as grandes editoras ainda lançavam revistas. Hoje, elas fecham revistas. 

A Runner’s se tornou a maior publicação de corrida no Brasil e alcançou uma venda de exemplares bastante expressiva. Durante boa parte de sua trajetória operou no azul e reuniu personagens importantes no cenário do esporte nacional – atletas, treinadores, fabricantes de tênis, médicos e amantes de corrida. 

Mas não é de hoje que a Abril começou a reduzir seu portfólio de publicações e, ao que tudo indica, deve manter apenas as marcas mais fortes e rentáveis.  E uma revista de nicho como a RW não é uma delas. 

A conta é simples: a Rodale, editora americana dona dos direitos da revista, cobra royalties pelo uso da marca. As vendas de revista e de anúncios passam por maus bocados no mundo todo. A Abril é uma empresa grande e os custos da operação eram altos. A conta não fechava.

O grande Sergio Xavier, diretor de redação da revista, deu a notícia em seu blog, que continuará no ar no site da Men’s Health.  A notícia foi recebida com tristeza pelos profissionais que fizeram parte da equipe, embora alguns tenham sido realocados para outras redações.

Não sei algum dos colegas já teve a oportunidade de começar um projeto editorial do zero, mas é uma daquelas coisas na profissão que dá uma satisfação tremenda. Quem vai ter o privilégio de fazer isso agora é a turma da editora Rocky Mountain, que cuida da Go Outside, e passa a ser responsável pela Runner’s World a partir de janeiro. 

“Foi um ato de coragem diante da realidade do mercado, mas temos a confiança de que o título tem muito potencial e tem tudo a ver com a gente”, diz Andrea Estevam, futura diretora de redação da RW. A Rocky Mountain é afiliada à Editora 3, que publica a Isto É, entre outros títulos. 

A estrutura vai ser pequena, duas pessoas no texto e duas na arte. A ideia é deixar a mudança bem clara para o leitor, então o projeto gráfico e editorial será alterado para acompanhar as novas tendências da RW americana.

“O Sérgio tem sido um lorde e nos ajudado muito nessa transição, ele tem muito carinho pela revista”, afirmou Andrea. Ela adiantou algumas das mudanças, como a reorganização de seções e a criação de um espaço exclusivo para mulheres na revista. 

Embora seja triste ver mais uma revista indo embora da Abril, é um conforto saber que tem gente que ainda aposta no jornalismo impresso.

 

/ 219 Posts

Julia Zanolli

Julia Zanolli começou a correr em nome do bom jornalismo quando foi trabalhar na revista Runner’s World sem entender nada do assunto. A obrigação virou curtição, mesmo depois de sair da revista. Se livrou do carro para poder andar a pé pela cidade, mas é fã assumida de esteira. Prefere falar de comida do que de nutrição e acha que ter tempo é muito melhor do que matá-lo.

Deixe seu comentário

Seu e-mail não será publicado ou compartilhado e os campos obrigatórios estão marcados com asterisco (*).

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.