Pipoca

Paulo Vieira

Eu era um infiltrado na meia maratona de São Paulo. Perdi o prazo da inscrição e insiders ignoraram meus patéticos pedidos no injury time.

Decidi correr na última hora pois súbito me pareceu uma boa ideia começar o 21 de fevereiro, dia do meu aniversário, numa prova.

Restou-me então a “pipoca”– adoro esse nome. Mas ser um corredor de segunda classe em qualquer corrida, notadamente as tremendamente mal organizadas como essa, tem o condão de fazer do pipoqueiro um irmão de fé dos companheiros de corrida.

Concentração para a largada/Paulo Vieira
Concentração para a largada/Paulo Vieira

Não me senti mal por ser o bicão que filava a água não propriamente gelada dos convidados. O fato de não portar número de peito, não levar para a casa a medalha e a camiseta verde-vômito para a coleção em nenhum momento me incomodaram.

A MARATONA DE SÃO PAULO, VIVACE

PERFORMANDO NA USP

A CORRIDA SEM MEDALHA

SE É PRA TER SUBIDA, PICO DO JARAGUÁ JÁ

Pelo contrário, embora não tenha pensado nisso ontem, imagino que performei uma certa desobediência civil salutar. Meu pequenino e vaidoso petardo no sisteminha de organização de corridas no Brasil, penso, poderia suscitar boa discussão.

PIPOCA – A VOZ DO ORGANIZADOR

Pois não há razão para pagar mais de 100 reais, 120 reais para ser preciso, por medalha, camiseta, água e resultado num site.

No Minhocão, na metade da prova
No Minhocão, na metade da prova

Mesmo com o provável subsídio, participar de um prova do circuito de corridas do Sesc paulista custou, ano passado, 32 reais por cabeça.

Posto isso, os problemas da meia seguem sendo os de sempre das provas da Yescom:

– Muvuca no pelotão de largada, penalizando aqueles que correm mais rápido;

– Itinerário. Logo nos primeiros metros era preciso fazer um retorno inacreditável de 180 graus na Avenida Arnolfo Azevedo, complicando ainda mais o funil.

– Medições disparatadas. Meu Garmin apontou até os 15K (quando o GPS deu chabu) uma discrepância de 300 metros em relação à medição oficial. Outros concluíntes reportaram distorções ainda maiores nas redes sociais.

– Subidas. Havia para todos os gastos. A do Viaduto Pacaembu e a ladeira da Dr. Alfredo Castro, no 19K, eram particularmente maldosas.

prova21kminhoca
Mais uma no Elevado

Com tudo isso, não achei ruim ter cruzado o  pórtico de chegada com 1:43:30, se meu Garmin não me enganou, sete minutos acima de meu melhor tempo para a distância. Se inscrito, seria ontem o 111º da minha faixa etária limítrofe, entre o Valdomiro Ferreira e o Paulo Teixeira. O investimento compensou.

Selfie de aniversário
Selfie de aniversário

Tagged: , , , , , , , ,

/ 730 Artigos

Paulo Vieira

Paulo Vieira corre pelas ruas de São Paulo desde os 15 anos e pelo mundo desde os 32, quando passou uma temporada em Londres. Adora correr em estradas rurais, descobrir novos caminhos e ir e voltar do Pico do Jaraguá. Mas agora anda frequentando também treinos no Parque Villa-Lobos às 7 da manhã com seu tênis minimalista - desde que a Lusa não jogue na véspera.

49 Comentários

  1. Ralph Tacconi

    Cruzei com você na corrida, mas não conversei porque não o reconheci. Só avistei a camisa. Eu tenho em minha cabeça que vc é barbudo. Mas com essa selfie aí, era você mesmo.

    Na opinião, são vergonhosas todas as provas organizadas pela yescomm….. Todas, a largada é um absurdo e o desenho dos trajetos é ridículo. Invariavelmente vc tem que se dirigir pelas calçadas…horrível. Não sei porque ainda sofro com essa empresa.

    Abraços

    Reply

  2. pablo a g santos

    do ponto de vista particular a linguagem do texto não gostei, pois quando escrevo depoimentos faço de outra forma, mais bruta. Entendi sim o contexto, e dele gostei por mostrar uma realidade que infelizmente me chateia; e até agora o povo não se tocou o suficiente pra abandonar provas assim. Exceto eu que preciso comprovar rendimentos para históricos e outros objetivos, o povo tem o poder de decisão e desperdiça mais de uma vez. Triste.

    Eu só sei que economizei muito, correndo por aqui mesmo, no local onde adoro ir, na hora que eu quero, do jeito que eu quero, e já era.

    um dia talvez quem diz que corre terá o memso entendimento que o meu.

    Reply

  3. Luciane Casanova

    Bom dia.
    Não vejo mérito algum em participar de uma prova de pipoca e ainda crucificar a organização. Por óbvio que o aglomero de pessoas é natural na largada, porém, com a quantidade de pipocas, isso realmente tende a piorar e muito. Há uma enorme diferença entre voc~e não se inscrever porque a corrida estava cara (muito embora haja outras bem mais em conta, porém, sem as cocotagens que as grandes oferecem), e você correr simplesmente porque não vale a pena gastar aquele dinheiro naquela prova e usa-lo para se vangloriar em outra situação. Acho que o verdadeiro corredor corre emqualquer lugar. Não precisa de medalha, de pórtico de largada ou chegada, de frutas, camisas ou número de peito. Tênis e um percurso resolveriam facilmente a vontade de sair correndo. Porém, não é assim que acontece. As pessoas se apaixonam pelos eventos e a corrida vai ficando em segundo plano. Sempre. E aqui nem entro no mérito de direitos e obrigações, e de todo o bal bla bla de estarmos em via pública ou não. Estou falando de bom senso. E me desculpe, não o vi no seu texto. Obrigada.

    Reply

    • João Ferreira de Freitas Filho

      Perfeito o seu comentário.

      Reply

    • Fabiana

      Ainda bem que seu sensato comentário está bem no começo, já me deu esperança que nem tudo esteja perdido. Obrigada.

      Reply

  4. renato mello

    pipoca pra mim é desleal e desonesto com quem paga a inscrição, por isso enquadra-se na categoria “bandido”.

    Reply

  5. Valeria Spakauskas

    Nao gosta da organização? Não participe! Nem de pipoca, simples assim…

    Reply

  6. João Ferreira de Freitas Filho

    Péssimo exemplo. Entrou em uma festa sem ser convidado e saiu falando mal dos organizadores. Se eu não concordo com o valor da inscrição de uma corrida, simplesmente não participo. Pipocas encarecem o custo de uma prova.

    Reply

  7. Fernanda

    Sinceramente, correr como pipoca é um desrespeito a todos os profissionais envolvidos na organização do evento. Desde à organização (que pode ter tido mais erros que acertos) até aos staffs, que estão lá trabalhando desde madrugada para deixar tudo em ordem. Imagino que os carros não desviem destas vias por livre e espontânea vontade assim que veem atletas concentrados. Muitas pessoas acordaram bem cedo para fazer isso. O trabalho de todos deve ser respeitado, e pago.

    Reply

  8. Alexandre

    O grande exemplo que você deu aos seus leitores foi que o crime compensa, mesmo pensamento de muitos políticos no nosso país. Qual o sentido em ser um pirata na prova e ainda reclamar da muvuca? Provavelmente muitos que contribuíam para esse aglomerado também eram pipocas. E o alto valor da inscrição? Colocar na conta final mais água para atender aos pipocas ajuda a encarecer um evento. Correr na pipoca não é protesto, é ser desonesto com os demais corredores que pagaram a inscrição. Você debocha na cara deles!

    Reply

    • Glaucia

      Excelente comentário. Concordo plenamente!

      Reply

  9. Ricardo Menezes

    Faço um apelo aqui para os Administradores desse site, “JORNALISTAS QUE CORREM”!!
    Vcs tem que BANIR esse Senhor, Paulo Vieira!!! Uma pessoa que incentiva uma prática completamente anti-ética, imoral e vergonhosa não poderia ter espaço aqui e em nenhum outro canal de comunicação decente!!! Nos USA, País aonde Leis e Regras existem para serem CUMPRIDAS e RESPEITADAS, o pipoca é chamado de “BANDIT”, isso mesmo, BANDIDO!!! Não entrarei no mérito da qualidade da entrega do Organizador de Prova, neste caso a YESCOM. Mas posso afirmar, que este organizador planejou uma prova para um número determinado de pessoas regularmente e devidamente INSCRITAS. E ele tem que se deparar com um número insano de BANDIDOS que usam a estrutura, tomam a água PLANEJADA e esculhambam todo esse planejamento feito!!! Se vc, Paulo Vieira, acha caro ou perdeu a inscrição, pegue o seu GARMIN, vá para outro lugar e corra os seus 21KM da mesma maneira!!!! Mas não repita e o pior, nao INCENTIVE essa prática da PIPOCA!!!! Pessoas como vc nos dão vergonha de ser BRASILEIROS!!! E o pior, tem espaço!!!!!

    Reply

  10. Deusa

    Muito cara de pau…..corre de pipoca e ainda que ter rasao?
    Ja que as provas da yezcon nao presta vai correr em outro país.
    Simples assim.

    Reply

  11. Jorge Ferrari Freitas

    Corredor BANDIDO Fora!

    Reply

  12. Paulo Prudente

    Você envergonha os jornalistas e os corredores…

    Reply

  13. Luiz Lippi

    “Bandit” Se oque importar pra vc é a “corrida” e não o kit pq correr no mesmo local(vc mesmo reclamou do percurso) e horario em que esta acontecendo a prova?? se nao gosta da organização (q tb concordo ser aquem do valor pago) partcipe de outra prova! Agora se vangloriar por fazer algo ilegal é lastimável!

    Reply

  14. Aline Miranda

    Corre de pipoca e ainda reclama das subidas (pra dizer o mínimo)? Patético!
    Você foi desleal. Se não gosta da prova, da organização ou coisa que o valha simplesmente não faça.

    Reply

  15. Roger Frias

    A pessoa quer protestar fazendo o errado, o que dizer? ? Se algum fiscal ou segurança tivesse retirado esse “pipoca intelectual ” aposto que ia escrever que foi brutalmente retirado da corrida, ou seja, sempre ia protestar.
    Infelizmente temos que viver esse tipo de situação!

    Reply

  16. Gilson Totti Dias

    Lamentável. Não há sentido no texto a não ser o de total desrespeito com os irmãos corredores que pagaram pelo seu “divertimento grátis”. Querer lutar contra o sistema não significa ser trapaçeiro. Muito pelo contrário! É lutar contra o que você discorda boicotando, criticando e protestando com as mãos limpas!!

    Abominável o exemplo. Tudo que esse país não precisa.

    Reply

  17. Guilherme Goyos

    Pensa melhor no que você escreveu. Não faltam locais que não cobram para correr. E se precisar de público, dê uma passada no Ibirapuera. Sempre tem gente lá.

    Reply

  18. Gerrit Smit

    Não entendi nada do seu post. Critica a organizaçăo, mas se tem alguém mal organizado na história é você. Primeiro perdeu prazo da inscrição, ou seja, você não liga para prazos. Se tivesse feito logo no inicio ainda teria obtido desconto. Depois tenta burlar as regras apelando para os insiders. Depois, mesmo sabendo que não tinha direito de participar, na ultima hora decide participar. Corre confiando no GPS, mas provavelmente nem carregou a bateria, já que pifou no km 15. Ou seja, uma sequência de falhas, todos por sua própria culpa.
    Abcs, e vê se presta mais atenção a proxima vez.

    Reply

  19. Fernando

    Depois pessoas como você reclamam da corrupção do sistema político do país. Com essa sua atitude, demonstra q é tão bandido quanto à classe política brasileira

    Reply

    • Lili

      Foi exatamente isso que pensei quando vi esse post…

      Reply

  20. Yoda das Corridas

    Paulo Vieira, você é meu ídolo!
    Talvez uma das poucas pessoas lúcidas por aqui.
    A intolerância no Brasil é um doença e precisa de tratamento com muita psicanalise, mas tem que ser psicanalisa dos bons por favor.
    Você pelo que eu li apenas relatou como foi sua experiência, afinal não dá pra se inscrever em todas, você até que tentou nessa né. Nós do pavão trabalhador sentimos no bolso quando nos inscrevemos em mais de uma corrida por mês, não é verdade?
    Diferente de um bunda rachada aí da burguesia que tem condições de pagar 4 inscrições no mês, mas só participa das corridas que divulga, isso porque ganha cortesias. Além de intolerante, uma falta de respeito com sua pessoa e sua profissão. O pior é que acha que é formador de opinião.
    Continue assim, se inscreva nas corridas que as organizações são boas e que seja do seu desejo, as que você acha melhor poupar se investimento, poupe mesmo, faça um treino, seja aonde for, seja no bosque, seja numa prova pra aproveitar o percurso com ruas fechadas.
    A organizações grandes ganham hidratação, ganham camisas, ganham grana de patrocinadores, dá cortesias a rodo para patrocinadores, prefeituras, donos de site de inscrição. O percentual de pipocas em relação aos inscritos é mínimo. Pra mim é mero egoísta pensar em não compartilhar água com o próximo.
    Pipocas são corredores! Corredores que se inscrevem nas provas que querem e podem participar,corredores que nas que não pode participar por questões financeiras poupam mesmo seu investimento.
    Minha sugestão para o senhor é que participe mesmo, observe a organização mesmo, viva intensamente e usufrua o melhor que o esporte por te oferecer.
    Quando pagamos uma inscrição, nós compramos a estrutura e suporte. Camisa, água, esses kits a gente ganha. Medalha nós conquistamos!
    Um abraço!
    Yoda das Corridas

    Reply

    • Adolfo Neto

      Apoia o autor do texto sem ter coragem de colocar o próprio nome?

      Reply

      • Yoda das Corridas

        Quem já foi Pipoca levanta a mão?
        Yoda já foi Pipoca em ocasiões raras, Yoda não acha correto ser Pipoca, Yoda não se sente ofendido quando está inscrito e vê Pipoca correndo, Yoda não ofende! Yoda é amigo, Yoda não encherga apenas o que vê, Yoda interpreta uma foto. Ass: Yoda

        Reply

        • George Marcus

          Yoda escreve “enxerga” com “ch”.

          Reply

          • Yoda das Corridas

            Obrigado pela correção. Porém o mais importante independente certo ou errado é o entendimento dentro do contexto

    • José Gonçalves

      Então, pelo seu raciocínio, está tudo bem entrar num restaurante, comer e sair sem pagar. Ou entrar num cinema sem ter ingresso… O desrespeito da pipoca vai além dos organizadores. É também com os devidamente inscritos! Seus “irmãos” corredores.
      E ao contrário do que você disse, quem critica essa postura não pertence apenas a classe que pode pagar por 4 provas por mês. Isso não tem nada a ver com classe social, mas com moral e educação.

      Reply

      • Yoda das Corridas

        Sr. Perfeitão, o que tem a ver o cú com as calças?
        Estamos falando de espaço público, a não ser que a corrida seja realizada em uma propriedade particular. Ou a organização tenha arrendado a cidade. Autorização é apenas para autorizar a realização, e pelo que eu vi, o senhor acima, não ofendeu ninguém, não trouxe prejuízos nem pra organização ou prefeitura. Pelo contrário, está sendo extremamente ofendido.

        Reply

  21. Carlos Pedrotti

    Texto lamentável. Só exemplifica o péssimo caráter do autor. Traz prejuízo moral à página que deveria servir de exemplo. O mínimo seria algum tipo de retratação sem justificativas e um belo período de silêncio contemplativo sobre como fazer jornalismo sério.

    Reply

  22. Hyldon Herbert Dias Mendes

    Nem precisa de fundamentação para dizer que é um BANDIDO.
    Vergonhoso fazer apologia ao crime de ser pipoca.

    Reply

  23. Juliano Pereira

    Vai organizar uma prova então. Depois vc faz outro comentário. Tens essa chance de provar que realmente eu não li o texto acima.

    Reply

  24. Kim Padua

    O termo correto não é pipoca, é bandido!

    Reply

  25. Bruno Vicente Onezio

    Jura mesmo que está reclamando de algum erro que a organização possa ou não ter cometido?

    De verdade que você tem esta coragem?

    Reply

  26. Fora pipoca!

    Pipoca é o corredor que queria correr a prova mas não tem grana pra pagar, assim como o assaltante é o cara que queria ter um relógio igual ao teu mas não pode por questões financeiras. Ambos não passam vontade.

    Reply

    • Daniel Albuquerque

      Parabéns! Esta foi a melhor definição de “pipoca” que li nos últimos tempos.

      Reply

  27. Rafael Marrone

    Paulo Vieira você foi infeliz neste post, um péssimo exemplo aos leitores.

    A melhor forma de boicotar um evento é não participar… Eu não sou defensor de nenhuma organizacao, mas citar os 120 valor do último lote é fácil, porém muitos assim como fizemos pelo primeiro lote 50 reais (muito bem pagos) aprenda a se organizar.

    Infelizmente muitos que pagam suas inscrições acabam ficando sem água por causa de pessoas como você. Ninguém pode proibir você de correr de pipoca, mas respeite ao colega de corrida e leve sua mochila de hidratação. #sejaexemplo

    Reply

  28. Patricia

    Com o perdao da palavra, voce e um imbecil! Correr na pipoca nao e correto! Se voce nao conseguiu fazer sua inscricao a tempo, a culpa e da sua falta de organizacao e nao da organizacao da prova. Filar agua, e ainda reclamar por nao estar na temperatura agradavel ao seu palatar? Gabar-se por festejar seu aniversario dando uma de espertinho e ainda postar isso como se fosse algo a se orgulhar? Lamentavel! Se voce acha a prova ruim, nao deveria nem ter tentado se inscrever, e muito menos faze-la na pipoca. Se voce nao usa seus neuronios para algo produtivo, ai vai uma dica, mesmo sem ter sido solicitada: As provas custam mais caro tambem por conta de pipoqueiros que usam da estrutura. Alem do mais a rua com mais corredores do que o previsto, atrapalha quem se inscreveu e pagou o preco pedido!

    Reply

  29. Eliz

    Muito tolo vc cara de pau

    Reply

  30. givanete

    Não entrarei no mérito de correr como pipoca , pois tenho minha opinião quanto a isso e não cabe a mim julgar ninguém, não me incomoda nenhum pouco dividir a água com quem não paga inscrição, só acho que deve haver coerência na hora de pegar e aí serve a todos, pois outro corredor poderá ficar sem.
    Eu paguei R$ 50,00 nessa prova, se com o acréscimo dos lotes, ficou cara, no meu ponto de vista, eu aceito pagar ou não. Houve falhas como a falta do isotônico, mas o prazer que senti correndo, não me falta, porém, falha é falha, cabe a nós apontarmos, para que a empresa melhore.
    Já fui em outras provas, com a largada tumultuada, já fui prejudicada pela marcação errada no meu tenho, cabe a mim avaliar se quero corrê-la novamente outras não, você pode até fazer observações quanto a prova, mas não tem ética para crítica da forma que fez, simplesmente não pagou pela inscrição, então se não estava de acordo com a organização, não deveria ter continuado. Muitos criticam, enquanto outros se desafiaram e conquistaram o que queriam, percorrer 21km ou até mais como vários aplicativos e relógios indicaram. Porque será então que essa prova, com toda “crítica”, ainda atrai milhares de corredores.

    Reply

  31. Angelo

    Pô, Paulo, esse seu texto está com cara daquelas pessoas que não foram convidadas para a festa, comem os salgadinhos e doces e saem ainda reclamando do buffet.

    Querer comparar marcação de Garmin com a marcação oficial? Você só pode estar de brincadeira!

    Reply

  32. Odila Lourenço

    Não acho legal a pessoa correr de pipoca afinal a aguá que você está tomando e ainda reclamando que está quente foi paga pelos participantes inscritos. Se você vai dar uma festa ou um jantar você planeja as quantidades de comida, bebida e infraestrutura para aquele número de convidados ai você planejou uma festa para 100 pessoas e de repente aparecem 120 é claro que vai faltar bebida em alguma hora. Alem do mais só acabam penalizando os inscritos que pagaram pela inscrição se você achá caro simplesmente não vá, existem milhares de lugares por onde você pode correr não acho que seja necessário roubar os outros porque para mim isso não passa mais um exemplo do maldito “jeitinho brasileiro” que tando me irrita.

    Reply

  33. Fabiana Besen Santos

    Considero que uma pessoa que corre como pipoca não tem moral nenhuma para abrir a boca para falar nada da organização de uma prova. Esse jornalista deveria ser banido por este site por incentivar a prática da corrida pipoca. Péssimo exemplo a ser seguido!

    Reply

    • Ricardo Menezes

      Pois é, Fabiana. Este indivíduo somente não é banido do site por que o site é dele mesmo!!!
      Um completo desqualificado esse sujeito!!!
      Deveria no mínimo se retratar e rápido!!!

      Reply

  34. Roberto dos Santos Neto

    Paulo, infelizmente não posso concordar com você, pois achar que faz corrida tem que ser de graça é um pensamento sem noção.
    Pergunto ? Você pode escrever um livro para mim de graça ?
    Cada um tem sua profissão e dela vive, desculpe respeite os organizadores de corrida.
    Ah!!! E se você acha que as corridas ganham muito dinheiro, tem muita empresa de corrida que quer um sócio.

    Repense suas posições, Pipoca é feio.
    Sds
    Roberto

    Reply

  35. Antonio Bellas

    Querido Paulo,
    Tenho grande admiração por vc e pela sua forma de escrever!
    Nao seria o caso de um post explicativo?
    Vc tem muitos admiradores que gostariam desta retratação!
    Não ha mal nenhum em voltar atras, só não muda de opinião quem não a tem!!
    Abcs

    Reply

  36. Rui Ferreira

    A minha opinião é a de que o espaço publico é de todos, independente de ali ter ou não uma corrida, portanto qualquer um pode corre onde quiser seja no aterro do flamengo lagoa Rodrigo de Freitas parque de Madureira ou qualquer outro logradouro, sem essa de querer engessar a liberdade e o direito de ir e vir.

    Reply

  37. lidianne andrade

    A leitura do texto depende do olhar.

    Correr na pipoca e falar mal do evento tambem mostra que nao vale a pena gastar em todas as corridas e deixar a organizacao rica. Quando ela aglomera corredores, libera todos juntos e nao se organiza para receber o publico extra nao pagante e prejudica os inscritos, vale comentar para uma mudança.

    Ja fui em corrida que a pipoca larga depois mas nao vai deixar de correr e ja fui em uma tao desorganizada que a pipoca pegou medalha e fiquei sem mesmo pagando.

    Ao meu ver fica um alerta: algumas corridas sao ruins, caras e continuam acontecendo porque há público.

    Corrida é uma industria lucrativa e algumas atitudes ajudariam a mudar o cenario do esporte.

    Os bancos mudam seu sistema todo ano para evitar fraudes.

    Se vao organizar uma corrida deve-se mudar tambem.

    E quando é ruim nao pagar ajuda a aumentar o padrao e melhorar os eventos.

    Reply

Deixe seu comentário

* Campos obrigatórios. Seu e-mail não será publicado.