Por que você divulga seu ritmo de corrida?

Paulo Vieira

Tag: , , , , , , ,

POR QUE VOCÊ DIVULGA SEU RITMO DE CORRIDA? Para mostrar seus progressos? Para quem sabe encontrar sua turma virtual?

Vi outro dia num desses grupos de corrida do Facebook uma tabela colorida em que os leitores eram instados a indicar em que faixa ou cor se situavam.

E essa aí abaixo.

coresNos comentários, as pessoas pareciam ser sinceras. A maioria dizia se situar na faixa “abóbora” ou “laranja” (pace 5 a 6) e havia os que cravavam vermelho (acima de 6).

Também teve gente que escreveu que “já foi verde”.

Um ex-verde, aliás, revelou estar hoje no vermelho.

O comentário mais pertinente me pareceu o do Klecio Athaydes: “cada um deve respeitar seu limite.”

Porque, de fato, há um certo limite corporal, um certo ritmo próprio de corrida que exige muito esforço para ser quebrado.

A questão é: vale a pena lutar constantemente contra esse limite?

Já corri meia maratona em pace de 4:39, o que hoje me parece um ritmo insano. Em dezembro fiquei na poeira lá pelos 30 minutos numa prova na pista olímpica da USP com o maratonista olímpico Solonei Rocha ditando o ritmo.

Em 2018 fiz dois testes de distâncias curtas, cerca de 5K, e o ritmo ficou em 4:38. Vai sustentar isso por mais 16K.

Espeto.

PERFORMANCE E VAIDADE

GUERREIRO? FAZ-ME RIR

CORRENDO MUITO RÁPIDO COM OS MUITO RÁPIDOS

ARGUMENTOS PARA EVANGELIZADORES DA CORRIDA

REFLEXÕES PARA CORREDORES PRESUNÇOSOS

Também já corri maratona a pace acima de 6:16, e, sim, eu preferia estar abaixo de 5, mas isso realmente tem alguma importância?

Quando seu pace começa a cair, você ainda o exibe?

 

/ 828 Posts

Paulo Vieira

Influenciado pelo velho “Guia completo da corrida”, do finado James Fixx, Paulo Vieira fez da calça jeans bermuda e começou a correr pela avenida Sumaré, em São Paulo, na adolescência, nos anos 1980. Mais tarde, após longo interregno, voltou com os quatro pés nos anos 2000, e agora coleciona maratonas – 6, com viés de alta – e distâncias menos auspiciosas. Prefere o cascalho de cada dia às provas de domingo e faz da corrida plataforma para voos metafísicos, muitos dos quais você encontra nestas páginas. Evoé.

Deixe seu comentário

Seu e-mail não será publicado ou compartilhado e os campos obrigatórios estão marcados com asterisco (*).

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.