Como Julia Hawkins, 102 anos, faz para correr 100m em 39 segundos

Paulo Vieira

Tag: , , , , , ,

MUITA GENTE SE IMPRESSIONOU com Orville Rogers, o americano que começou a correr temporão, cinquentão, e hoje, aos 101, segue forte no cascalho.

Na postagem, cujo link segue abaixo, está embebida a performance em que Orville e sua compatriota Julia “Hurricane” Hawkins, um ano mais velha do que ele, batem recordes de velocidade para suas categorias nas Senior Olympics.

ORVILLE ROGERS, 101 ANOS, METADE DELES NO CASCALHO 

Pois bem, é hora de apresentar a Julia.

Julia é recordista dos 100 metros rasos para centenários. Ela já correu a distância em 39 segundos.

39 segundos. Pensa.

Julia migrou para o atletismo com 100 anos. Gostava de pedalar, mas como não havia como competir com outras mulheres veteranas, abandonou as competições ciclísticas.

No site colaborativo Medium, Daniel J. Botha compilou tudo o que havia sido publicado sobre ela para construir esse receituário de longevidade da americana.

— Dar uns piques de 50 metros no quintal

— Pedalar na redondeza

— Cuidar do jardim

— Não ingerir carne vermelha nem fritura.  Pipoca e caranguejo, liberados.

— Não fumar nem beber (na verdade, ela se privou disso a vida inteira).

Por fim, frases da americana que você pode usar como a sua própria folhinha da Acendedor da Seicho-no-ie.

—  “Gosto de me testar e melhorar minhas marcas.”

— “Eu sabia que podia correr. Tenho pernas fortes por causa da bicicleta.”

/ 980 Posts

Paulo Vieira

Influenciado pelo velho “Guia completo da corrida”, do finado James Fixx, Paulo Vieira fez da calça jeans bermuda e começou a correr pela avenida Sumaré, em São Paulo, na adolescência, nos anos 1980. Mais tarde, após longo interregno, voltou com os quatro pés nos anos 2000, e agora coleciona maratonas – 9 (4 em SP, 2 Uphill Rio do Rastro, Rio, UDI e uma na Nova Zelândia), com viés de alta – e distâncias menos auspiciosas. Prefere o cascalho de cada dia às provas de domingo e faz da corrida plataforma para voos metafísicos, muitos dos quais você encontra nestas páginas. Evoé.

Deixe seu comentário

Seu e-mail não será publicado ou compartilhado e os campos obrigatórios estão marcados com asterisco (*).

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.