Adalberto Viviani e seu quinto livro de poesias, "Tédio"

O tédio pede passagem

Melhor morrer de vodca do que de supino. Melhor morrer de uísque do que numa maratona. Ou, como num samba-duplex do Julinho da Adelaide e seu irmão Leonel, melhor morrer de supino do que de…

Participante de uma Carrera de Miguel, em homenagem a atleta desaparecido na ditadura argentina

Correr para não esquecer

Meu parceiro Hernan Reig escreveu de Buenos Aires: “Meu querido irmão corredor, como estás? Houve um tempo em que eu corria. Em 1986 eu dava voltas em torno à residência presidencial de Olivos, meu bairro,…

As atrizes Mariel Hemingway e Patrice Donnelly, do filme "As Parceiras", uma história de amor, suor e sapatilhas

Amor de pista quando bate fica

Com a mesma regularidade um tanto irregular com que eu treino, ou treinava, eis nossa resenha de cinema de (quase) todas as sextas-feiras. E a quem for assistir a “São Silvestre” na Mostra Internacional de…

Advogados e funcionários da Pinheiro Neto Advogados nas provas de corrida de rua

Doutores da endorfina

Na última Maratona de São Paulo, domingo passado, uma barraca amarela perto do Obelisco do Ibirapuera chamou minha atenção. Não era de assessoria esportiva, não era de clube. Era de um escritório de advocacia. Um…

Correr e beber

Se beber, não corra, ou melhor, corra

Para quem bebe, ou bebia todo dia, para quem saía bastante à noite, minha vida mudou razoavelmente desde a chegada das minhas filhas. Difícil não se importar de estar longe de casa, estar na Vila…

Página 19 de 21