Correndo com cães

Paulo Vieira

Tag: , , , , , ,

PARA MUITA GENTE, ISSO PODE não conter novidade alguma, mas para mim soou quase como uma revelação transcendental. Numa dinâmica liderada pelo adestrador Feitosa Leal, descobri ontem que correr com cachorros pode ser ótimo – especialmente para os cães.

Não só do ponto de vista do condicionamento físico, como também da sociabilidade. Ou seja, exatamente como a corrida opera entre nós, bípedes implumes.

O editor deste pasquim e Dólar, o doce border collie/Fotos Rosana Salvoni

Feitosa fez exercícios com um grupo de 10 pessoas e talvez 11 cães. O objetivo não era fazer os cães apenas correrem, ou fazê-los caminhar mais aceleradamente, mas sim gerar uma dinâmica de sociabilização, aproximando cães que não se conheciam cada vez durante a prática, que durou cerca de 50 minutos.

A boa notícia: qualquer pessoa pode participar dessas dinâmicas, que são regulares e podem ser combinadas com o adestrador e sua mulher Camila, que dirigem o The Dog Resort, um resort de cães no Alto da Lapa, em São Paulo.

Poodle corredor, uma subtipo bem menos irritadiço

A princípio não há custo nenhum para quem quiser participar dessas práticas, pois o objetivo é tornar os cães muito mais felizes e sociáveis, algo que o esforço físico, absolutamente natural e necessário neles, proporciona.

E Feitosa e Camila têm a utopia de tornar toda a população canina paulistana, quiçá paulista, quem sabe brasileira e mundial mais feliz e sociável.

Feitosa dando a letra

O Dólar, border collie com que o editor deste pasquim se fez acompanhar na corrida ontem, é exemplo modelar. Foi sendo deixado no resort pois era ansioso até o momento em que sua dona preferiu não buscá-lo mais.

Devo atestar que nunca vi cachorro tão dócil. Aos poucos, a vontade constante de parar para sentir os cheiros foi dando lugar ao ritmo constante que eu imprimia à nossa corrida. E isso sem precisar puxar a guia com força.

Feitosa explicou que ele poderia correr “uma maratona inteira” com seu companheiro humano.

O adestrador diz isso e muitas outras coisas no vídeo embebido abaixo. Quem quiser participar das próximas dinâmicas – já há uma marcada para os próximos dias para o Minhocão – pode contatá-lo pelo site do The Dog Resort ou pelo 11/4327 2210.

/ 925 Posts

Paulo Vieira

Influenciado pelo velho “Guia completo da corrida”, do finado James Fixx, Paulo Vieira fez da calça jeans bermuda e começou a correr pela avenida Sumaré, em São Paulo, na adolescência, nos anos 1980. Mais tarde, após longo interregno, voltou com os quatro pés nos anos 2000, e agora coleciona maratonas – 7 (Sp, Rio do Rastro, Rio, UDI e uma na Nova Zelândia), com viés de alta – e distâncias menos auspiciosas. Prefere o cascalho de cada dia às provas de domingo e faz da corrida plataforma para voos metafísicos, muitos dos quais você encontra nestas páginas. Evoé.

Deixe seu comentário

Seu e-mail não será publicado ou compartilhado e os campos obrigatórios estão marcados com asterisco (*).

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.