Carboidratos e índice glicêmico, entenda o que isso significa

Paulo Vieira

Tag: , , ,

COMEÇAR UMA SEMANA COM UM MATA-MATA do Brasil na Copa e a outra – a próxima – com um feriado (no estado de São Paulo, desculpaê) até faz pensar que estamos em gloriosas férias

Não estamos???

Mas a vida segue, e este pasquim que faz da inatividade anátema não está aqui para dormir no ponto (deixa para fazê-lo dentro do buso mesmo).

Por isso, sem mais gracinhas, convocamos a nutri oficial deste JQC, Livia Hasegawa, de quem já estávamos – e os leitores certamente também – machucados de saudade.

A conversa de hoje é sobre carboidrato e índice glicêmico, algo que é de bom alvitre que todos os que procuram uma nutrição equilibrada conheçam.

Evoé.

CINCO MITOS DA NUTRIÇÃO ESPORTIVA

DOSSIÊ DO CARBOIDRATO

CARBO EM VÉSPERA DE PROVA: SERÁ QUE VOCÊ PRECISA MESMO?

OUTROS POSTS DE LIVIA HASEGAWA NO JQC

OS CARBOIDRATOS HOJE EM DIA são vistos muitas vezes como vilões, mas sabendo consumi-los adequadamente podem ser de grande valia.

Há dois grandes grupos de carboidratos, os de

a) alto índice glicêmico: substâncias que promovem aumento da glicemia (concentração de glicose no sangue) rapidamente;

b) baixo índice glicêmico: que promovem esse incremento mais lentamente.

Como regra geral podemos considerar os alimentos com mais fibras como os carboidratos de baixo índice glicêmico (doravante “IG”) e aqueles presentes em alimentos refinados e “brancos” (como farinhas refinadas brancas, arroz branco) como carboidratos de alto IG.

Se você corre e precisa estocar fonte de energia, uma boa estratégia é consumir carboidratos de baixo IG antes do treino.

Como são substâncias de absorção mais lenta, prolongam a energia ao longo do esforço, liberando gradativamente o açúcar no sangue.

Findo o treino, você pode considerar os carboidratos de alto IG, pois agora o músculo consegue absorvê-lo para sua recuperação.

Se vai consumir carboidrato de alto IG fora do pós-treino, associe-o com uma proteína ou uma gordura boa, assim a carga glicêmica da refeição mantém-se baixa.

Trocando em miúdos: a combinação desses nutrientes deve fazer com que a digestão e a absorção desse carboidrato seja mais lenta, à maneira dos carboidratos de baixo IG.

Um profissional de nutrição pode ajudá-lo nas melhores combinações e nas demais receitas para uso benéfico dos carboidratos.

Não é preciso eliminá-los de sua dieta.

/ 828 Posts

Paulo Vieira

Influenciado pelo velho “Guia completo da corrida”, do finado James Fixx, Paulo Vieira fez da calça jeans bermuda e começou a correr pela avenida Sumaré, em São Paulo, na adolescência, nos anos 1980. Mais tarde, após longo interregno, voltou com os quatro pés nos anos 2000, e agora coleciona maratonas – 6, com viés de alta – e distâncias menos auspiciosas. Prefere o cascalho de cada dia às provas de domingo e faz da corrida plataforma para voos metafísicos, muitos dos quais você encontra nestas páginas. Evoé.

Deixe seu comentário

Seu e-mail não será publicado ou compartilhado e os campos obrigatórios estão marcados com asterisco (*).

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.