Dicas para não perder a forma no Carnaval

Paulo Vieira

Tag: , , , , , , , , ,

VAI SAIR NO BLOCO DE CARNAVAL MAS NÃO QUER PERDER O TREINO na manhã seguinte?

Primeira providência: se estiver em São Paulo, não encoste em nenhum poste, seja ele da Eletropaulo, da CET, das terceirizadas da prefeitura — enfim: qualquer um.

Evite igualmente cantar marchinhas de múltiplos sentidos para frentistas tresnoitados.

PÉ NA JACA DÁ TREINO?

UMA RECEITA DE SOPA FUNCIONAL

É ÁGUA!

DIETA PARA O DIA R, O DIA DA RESSACA

7 MARCHINHAS DE CARNAVAL ADAPTADAS À CORRIDA

MAIS LIVIA HASEGAWA NO JQC

Feito isso, siga as recomendações da nutri titular deste pasquim, Livia Hasegawa, para atravessar o Carnaval sem atravessar o samba, digo, sem atravessar o treino.

******************************

TREINAR APÓS UMA NOITE MAL dormida nem sempre é a melhor opção. O ideal é sempre descansar e deixar o exercício para o dia seguinte, mas, caso isso não seja possível, leve em consideração as seguintes dicas:

Água: hidratação é sempre chave. Bebidas alcoólicas podem provocar um processo de desidratação, o que gera baixo rendimento nos treinos e eventualmente câimbras. Beba em média de 30 a 50 ml de água por quilo de peso corporal.

(Fazendo as contas pra você: se tens 60kg, de 1,8 litro a 3 litros de água por dia).

Água de coco: a água de coco possui a vantagem de possuir minerais, que auxiliam na
reposição dos sais perdidos pelo suor. Você pode bebê-la antes, durante e após o treino.

Carboidratos: consumir uma boa fonte de carboidratos pode ajudá-lo a manter o rendimento. Prefira carboidratos de índice glicêmico médio para baixo como batata doce, mandioquinha, inhame e arroz integral, pois estabilizam melhor a glicemia durante o treino.

Evite gorduras durante o dia seguinte [ao pé na jaca], para dar menos trabalho a seu fígado.

Aproveite bem o feriado, sempre com moderação e equilíbrio!

Livia Hasegawa – nutricaoesportivaeclinica.com
Instagram: @liviahasegawa | Facebook: Nutrição Esportiva e Clínica Funcional
(11) 2626-1449

/ 817 Posts

Paulo Vieira

Influenciado pelo velho “Guia completo da corrida”, do finado James Fixx, Paulo Vieira fez da calça jeans bermuda e começou a correr pela avenida Sumaré, em São Paulo, na adolescência, nos anos 1980. Mais tarde, após longo interregno, voltou com os quatro pés nos anos 2000, e agora coleciona maratonas – 6, com viés de alta – e distâncias menos auspiciosas. Prefere o cascalho de cada dia às provas de domingo e faz da corrida plataforma para voos metafísicos, muitos dos quais você encontra nestas páginas. Evoé.

Um Comentários

  1. Marcos Viana Pinguim

    Ótima dicas sobre hidratação e alimentação!!! 🙂 (y) A minha minha dica para esse e para os próximos Carnavais da cidade de São Paulo é ir para os blocos na base da Corrida-Transporte, use o Google Maps (ícone do caminhante) para descobrir a melhor rota (se gosta de bebidas alcoólicas, leva seu dinheiro no bolso da bermuda e deixa para começar a beber “com moderação” só quando chegar no local do bloco e depois volta de transporte coletivo, se não ingere bebidas alcoólicas e se for praticante de maratona ou ultra da para voltar correndo também!!! Assim você junta o útil ao agradável!!! #CorraCarnaval!!! 😀 👍)

    Responder

Deixe seu comentário

Seu e-mail não será publicado ou compartilhado e os campos obrigatórios estão marcados com asterisco (*).

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.