O Ironman e o Brasil real

Paulo Vieira

ESTA É A MAIOR EDIÇÃO DO IRONMAN em todos os seus 17 anos de história no Brasil. Segundo Carlos Galvão, organizador e diretor técnico da prova, inscreveram-se 2 500 atletas de 42 países diferentes e de 24 estados do Brasil .

Poderiam ser ainda mais competidores, mas as dificuldades em Florianópolis não permitem atender a demanda reprimida. “Pelo menos 300 atletas ficaram de fora desta edição”, disse Galvão ao JQC, por telefone. “As vias onde ocorrem a prova são compartilhadas com os carros, há um risco técnico [para os atletas], infelizmente.”

A prova é o evento isolado que mais gera receita à cidade depois do Réveillon, notadamente importante por se dar em época de baixíssima temporada. Mesmo assim a contrapartida da prefeitura caiu bastante este ano. “O investimento municipal foi reduzido a menos da metade de 2016”, disse Galvão.

Este 2017 marca o primeiro ano da gestão de um novo prefeito, Gean Loureiro (PMDB), e, quando isso acontece é comum que as verbas sejam reduzidas drasticamente. Galvão diz já ter visto esse filme quatro vezes.

VEJA TAMBÉM: AS CHANCES DE IGOR AMORELLI NO IRONMAN 2017

Também ouvido pelo JQC, o novo superintendente de turismo de Florianópolis, Vinicius De Lucca Filho, confirmou a redução do investimento, sem especificar o montante. “As condições financeiras não permitiram fazer os repasses tradicionais”, disse, ressalvando que considera o Ironman “extremamente importante” para a cidade, levando à ilha “entre 8 mil e 10 mil pessoas”.

Segundo Galvão, o evento gera receitas de R$ 35 milhões para Florianópolis, e a histórica diminuição das contrapartidas pela prefeitura já o fez pensar em levá-lo para outras praças. Mas isso foi em outra época. “Primeiro ano de um novo prefeito é assim, sempre há o discurso de que é preciso arrumar a casa. Mas neste caso me disseram que o cenário era bem pior que o imaginado.”

Além de trazer um contingente grande de turistas a Floripa, o superintendente De Lucca mencionou outra virtude do Ironman: “O gasto médio individual dos turistas é alto, cerca de R$ 290, quase o triplo do que é gasto no verão, na alta temporada.”

Galvão disse que compensou a “ausência” da prefeitura com fontes privadas. “É preciso trabalhar e entregar o evento sempre com excelência.”

Tagged: , , , , , ,

/ 730 Artigos

Paulo Vieira

Paulo Vieira corre pelas ruas de São Paulo desde os 15 anos e pelo mundo desde os 32, quando passou uma temporada em Londres. Adora correr em estradas rurais, descobrir novos caminhos e ir e voltar do Pico do Jaraguá. Mas agora anda frequentando também treinos no Parque Villa-Lobos às 7 da manhã com seu tênis minimalista - desde que a Lusa não jogue na véspera.

Deixe seu comentário

* Campos obrigatórios. Seu e-mail não será publicado.