A grande corrida do domingo

Paulo Vieira

Tag: , , , , ,

A SÉTIMA EDIÇÃO da Corrida Viver Bem foi mais uma vez um dos pontos altos do festival Viver Bem, que movimentou o Salvador Shopping neste último fim de semana.

As provas de 5K e 10K, que tiveram largada às 7h, contaram com um “plus”. Jornalistas da mídia impressa, falada, televisada e dos portais e blogs de internet compareceram em peso para participar do evento.

Estiveram no circuito que envolve o Salvador Shopping jornalistas como Camila Marinho, apresentadora do BATV, que, junto com o companheiro de TV Bahia Jorge Allan, posou para as fotos ao fim da prova. Os registros mostram os colegas felizes com suas medalhas no peito.

Jorge Allan e Camila Marinho, 15K na conta da TV Bahia #corridaviverbem #jornalistasquecorrem #itaipava

Uma publicação compartilhada por Jornalistas que Correm (@corrajornalista) em

Felipe Paranhos, chefe de redação da rádio Metrópole, outro jornalista presente na disputa do 5K, gostou do circuito, que achou “não tão abafado” quanto outros lugares da capital baiana. Felipe estava há quase um ano sem correr e teve na Viver Bem um grande estímulo para retomar a atividade.

O jornalista Rodrigo Meneses, experiente na Viver Bem, este ano dobrou a aposta, e correu a prova de 10K. “Estava nos 5K e resolvi arriscar nessa nova distância. Foi bacana, cheguei bem, não cheguei exausto. Foi uma vitória pessoal, não caminhei em momento algum. Agora estou me sentindo desafiado para fazer distâncias ainda maiores como uma meia maratona.”

O Viver Bem passou, mas as celebrações pelos 10 anos do “Salvador”, como o shopping é carinhosamente chamado pelos soteropolitanos, seguem em ponto de ebulição.

Até 23 de abril há o Circuito de Arte e Moda (CAM), que leva a produção de artistas e fashionistas para dentro do shopping, fazendo do centro de compras uma grande galeria cultural. E, até o final do ano, outros eventos exclusivos farão parte do calendário de comemorações.

/ 807 Posts

Paulo Vieira

Influenciado pelo velho “Guia completo da corrida”, do finado James Fixx, Paulo Vieira fez da calça jeans bermuda e começou a correr pela avenida Sumaré, em São Paulo, na adolescência, nos anos 1980. Mais tarde, após longo interregno, voltou com as quatro nos anos 2000, e agora coleciona maratonas – 6, com viés de alta – e distâncias menos auspiciosas. Prefere o cascalho de cada dia às provas de domingo e faz da corrida plataforma para voos metafísicos, muitos dos quais você encontra nestas páginas. Evoé

Deixe seu comentário

Seu e-mail não será publicado ou compartilhado e os campos obrigatórios estão marcados com asterisco (*).