A dieta do estaleiro

Paulo Vieira

NÃO É O FIM DO MUNDO, MAS É QUASE. Ter de deixar o cascalho por dias, uma semana inteira, às vezes mais do que isso, atordoa e deixa perdido quem corre regularmente.

Nessas horas é de bom tom prestar ainda mais atenção à alimentação. Livia Hasegawa, nutricionista titular deste JQC, sugere aqui estratégias para não perder ainda mais condicionamento com os dias parados.

*******************************

A dieta deste cabra era bastante rica em carboidratos
A dieta deste cabra era bastante rica em carboidratos

ENTÃO POR ALGUM MOTIVO VOCÊ terá de parar de treinar ou irá reduzir muito o volume de treinos. O que fazer com a dieta nessas horas?

Nesses momentos, há que se pensar na mudança da dieta. Em geral ela segue o treino, ou seja, de acordo com a intensidade e volume do esforço, aumentamos ou reduzimos os nutrientes.

Pensando num período de menor gasto calórico e menor atividade muscular, é conveniente reduzir os carboidratos para que não ocorra um acúmulo de gordura inesperado.

Ao mesmo tempo, para que você mantenha ou perca menos massa muscular, vale manter a mesma quantidade de proteína dos dias de treino – ou fazer uma pequena redução.

Durante essas “férias forçadas”, segure um pouco as “jacadinhas” e o consumo de bebidas alcoólicas.

UM SHAKE ENERGÉTICO PARA TOMAR ANTES DO TREINO

TIRANDO O MELHOR DO CAFÉ

O NOVO CHÁ SENSAÇÃO

GLÚTEN, O RETORNO

UMA SOPA FUNCIONAL

Mantenha sempre a ingestão de água e retorne normalmente a sua dieta quando voltar a treinar.

Trabalhando desta forma, você não perde tanto o que vem conquistando nos treinos.

Ótimos treinos!
Livia Hasegawa – Nutricionista esportiva e funcional formada pela USP
Instagram: @liviahasegawa | Facebook: Nutrição Esportiva e Clínica Funcional
(11) 2626-1449, nutricaoesportivaeclinica.com

Tagged: , , , , , , ,

/ 660 Artigos

Paulo Vieira

Paulo Vieira corre pelas ruas de São Paulo desde os 15 anos e pelo mundo desde os 32, quando passou uma temporada em Londres. Adora correr em estradas rurais, descobrir novos caminhos e ir e voltar do Pico do Jaraguá. Mas agora anda frequentando também treinos no Parque Villa-Lobos às 7 da manhã com seu tênis minimalista - desde que a Lusa não jogue na véspera.

Deixe seu comentário

* Campos obrigatórios. Seu e-mail não será publicado.