A grande reportagem de Guilherme Roseguini

Paulo Vieira

Tag: , , , , , , , , , ,

ALGUNS DIAS APÓS O ENCERRAMENTO das Olimpíadas de Atenas, em 2004, o paulista de Araraquara Guilherme Roseguini teve uma ideia que só repórteres obcecados – atributo essencial do bom jornalismo – costumam ter: descobrir quem era o sujeito que salvou o maratonista Vanderlei Cordeiro da Silva das mãos do maluco padre irlandês que lhe tirou o ouro na maratona.

De Cornelius Horan, o homem que invadiu o cascalho no 36K e impediu que o atleta brasileiro prosseguisse em seu ritmo de corrida, bastante se sabia: tratava-se do mesmo sujeito de ideias apocalípticas que havia atravessado a pista num GP da Inglaterra de Fórmula 1 no ano anterior.

Roseguini descobriu quem era o titã que salvou Cordeiro
Roseguini descobriu quem era o titã que salvou Cordeiro

A máxima ironia: quem venceu aquela prova de Silverstone foi o  brasileiro Rubinho Barrichello.

Daquele grego pai de família, de medidas titânicas e feições ordinárias, contudo, ignorava-se até seu nome.

Da redação da Folha, nos aprazíveis Campos Elísios paulistanos, Roseguini começou sua epopeia. Contatou departamentos de polícia gregos e um ministério.

Lhufas.

Então Roseguini jogou uma cartada daquelas do tipo “vai-que”. Ligou para um homólogo ateniense, e esse jornalista amigo teve uma ideia luminosa: decidiu publicar a foto do são Cristóvão de Vanderlei Cordeiro de Lima na primeira página do jornal local Goal News.

O cara apareceu no mesmo dia. Era só questão de Roseguini correr para o abraço.

Mas como nunca é assim tão fácil, foi preciso contar com um intérprete de última hora para que  o monoglota Polyvius Kossivas pudesse se fazer entender por Roseguini.

A matéria, que você pode ler aqui,  rendeu prêmios e, muito melhor que isso, um encontro de Vanderlei com seu são Cristóvão, em dezembro daquele mesmo 2004, patrocinado pelo Comitê Olímpico Brasileiro.

*************************

Roseguini trocou a Folha pelo SporTV em 2007 e este pela TV Globo aberta dois anos depois. Ele integra uma equipe especializada em grandes reportagens como a que foi ao ar no começo do ano passado, explicando a razão da eficiência do Quênia na produção de brilhantes fundistas.

Um pouco mais sobre esse sujeito que já teve a manha de correr 10K abaixo de 40″, mesmo sendo a natação seu esporte de intimidade, você vê amanhã neste mesmo bat-JQC.

OS QUENIANOS DA PIZZA

A CORRIDA E A DITADURA COMENDO SOLTA

CORRIDA POR MIGUEL

O GRANDE INVESTIMENTO DE MARA LUQUET

ERRAMOS, COMO SÓI ACONTECER

 

/ 860 Posts

Paulo Vieira

Influenciado pelo velho “Guia completo da corrida”, do finado James Fixx, Paulo Vieira fez da calça jeans bermuda e começou a correr pela avenida Sumaré, em São Paulo, na adolescência, nos anos 1980. Mais tarde, após longo interregno, voltou com os quatro pés nos anos 2000, e agora coleciona maratonas – 6, com viés de alta – e distâncias menos auspiciosas. Prefere o cascalho de cada dia às provas de domingo e faz da corrida plataforma para voos metafísicos, muitos dos quais você encontra nestas páginas. Evoé.

Um Comentários

  1. Ricardo Augusto

    Bom dia Paulo, Tudo bem?
    Sera que consegue me ajudar a divulgar este feito?

    Sou Ricardo Augusto 51 anos, morador de São Sebastião a 21 anos e acabei de fazer mais uma vez a travessia de 40k de Camburi ao Arquipélago de Alcatrazes, para realizar este trecho foram necessárias em 15h, nadei das 18h desta ultima Segunda feira até as 9h da manhã em uma linda noite de lua cheia, isso mesmo, nadei durante a noite toda em aguas profundas e dentro da rota dos petroleiros do canal de Sao Sebastião!

    Este feito era inédito até que eu o fizesse e continuo sendo o único a realizar tal feito… Até ai não tem nada de mais, ha muitas travessias e esta seria somente mais uma, acontece que comecei a nadar a muito pouco tempo, isso começou devido a um naufrágio em Fiji onde tive que nadar por mais de 4hs para me salvar e também a outras pessoas

    Gostaria de contar minha experiencia e tudo que envolveu este desafio, tenho lindas fotos e videos com aguas claras e transparentes…

    Acredito que esta travessia é um bom desafio para todos os nadadores que querem nadar o Canal da Mancha, isso trara beneficios para toda a região

    Grato pela atenção e no aguardo de um espaço para esta divulgação
    Ricardo Augusto

    Responder

Deixe seu comentário

Seu e-mail não será publicado ou compartilhado e os campos obrigatórios estão marcados com asterisco (*).

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.