O novo chá sensação

Paulo Vieira

Tag: , , , , , ,

PODE SER QUE VOCÊ AINDA NÃO TENHA sido apresentado ao kombucha. Mas vai. Então façamos logo as apresentações. Leitores deste pasquim, kombucha. Kombucha, leitores deste pasquim.

Quem me falou da bebida foi o Tiago, o faz-tudo do melhor vegetariano da Pauliceia, o Maha Mantra. Trata-se de um refresco resultante da fermentação do chá preto (ou verde) servido em garrafa de cerveja artesanal. Aberta a garrafa, ele se comporta como um champanhe – tenha logo um ou dois copos por perto.

O kombucha é uma fonte de probióticos e antioxidantes. Uma garrafa como essa que tenho defronte a mim, de 300ml, pode conter 2 bilhões de probióticos, essas bactérias saudáveis fundamentais para o funcionamento do nosso intestino.

Belo estoque/Foto: Flickr
Bactérias em estoque/Foto: Flickr

A fermentação natural do chá e de uma pequena parcela de açúcar geram leveduras, mais açúcares e uma pequena quantidade de álcool. Arautos da bebida acreditam que ela aumenta a energia, melhora o sistema imunológico e, claro, ajuda na digestão.

Num fórum do produto na internet, usuários brasileiros também destacam que o kombucha promove sensação de saciedade, facilitando o emagrecimento.

A presença de 2g de açúcar a cada 300ml, a julgar verdadeira a informação contida no rótulo da minha garrafa, está num patamar seguro, muito distante dos 25g diários recomendados pela Organização Mundial de Saúde e dos 36g de uma lata de refrigerante.

RENATO AUGUSTO, TOME SIM REFRIGERANTE

QUANTOS CAFÉS VALE A PENA TOMAR POR DIA

GLUTÉN, A RESTAURAÇÃO

CESINHA CANDIDO, O NOVO MARATONISTA

PARE DE USAR PLANILHA

COMO INVENTAR UM MISSIVISTA

Popular entre praticantes de ioga, vi uma referência ao kombucha na Men’s Health americana – cheguei, falar nisso, a trabalhar na versão brasileira da “MH” sob o saudoso comando de Mika “Salo” Icassatti, o rei do botequim, e seu imediato, o Novo Maratonista Cesinha Candido, mas isto não vem ao caso.

Bem, como dizia, na “MH” americana um missivista de Sausalito, Califórnia, com toda a cara de ter sido inventado pela redação, perguntava: “Todos estão tomando kombucha. O bagulho faz bem mesmo como dizem?”

Na resposta, uma professora de nutrição humana da universidade do Maine – adoro essas fontes científicas obscuras da Men’s Health – dizia que não. “Os efeitos probióticos da bebida não foram bem documentados”, era basicamente a argumentação.

Há outras fontes de probióticos, como se sabe, em iogurtes. Na resposta publicada pelos redatores da revista é citada, entre outros, o Activia, da Danone.

 

 

 

 

 

/ 807 Posts

Paulo Vieira

Influenciado pelo velho “Guia completo da corrida”, do finado James Fixx, Paulo Vieira fez da calça jeans bermuda e começou a correr pela avenida Sumaré, em São Paulo, na adolescência, nos anos 1980. Mais tarde, após longo interregno, voltou com as quatro nos anos 2000, e agora coleciona maratonas – 6, com viés de alta – e distâncias menos auspiciosas. Prefere o cascalho de cada dia às provas de domingo e faz da corrida plataforma para voos metafísicos, muitos dos quais você encontra nestas páginas. Evoé

Um Comentários

  1. Antonio bellas

    Gostei do kombucha……

    Responder

Deixe seu comentário

Seu e-mail não será publicado ou compartilhado e os campos obrigatórios estão marcados com asterisco (*).