Medida certa

Paulo Vieira

Tag: , , , , , ,

Não são muitos os que se aventuram pelas nossas caixas de comentários. Talvez por imaginar que as perguntas a enfrentar antes enfim de consignar uma modesta e honesta opinião – às vezes apenas uma palavra de incentivo – alimentem pastas confidenciais em quartéis-generais a operar nas horas sombrias.

Ou não seja nada disso – é apenas meu eu paranoico fazendo transferências psicanalíticas sem sentido. Parafraseando a mim mesmo neste post com uma recomendação certeira de dieta energética para corredores libertários, às vezes a apatia para expressar a opinião num site de corrida é apenas a apatia para expressar a opinião num site de corrida.

Posto isto, devo dizer que muitos nos escrevem – mulheres, mormente – oferecendo suas medidas para que respondamos se estão na medida certa.

Como nós já dissemos em dois posts mais explícitos sobre o tema, não há tal coisa. Aqui, em setembro de 2013, a Talita colocava por terra o mito do 90-60-90 e dizia apenas dos limites da circunferência abdominal, que nas mulheres “não deve passar dos 88cm” e, nos homens, “não mais de 102cm”.

Voltamos ao tema com a Julia, que ouviu nosso sempre solícito fisiologista do esporte Paulo Correia. Sobre o IMC, o tão usado Índice de Massa Corporal, por exemplo, ele disse o seguinte:

“[O IMC} é uma referência genérica, longe de ser um parâmetro de saúde. O que vale é a composição corporal, considerando massa metabólica (órgãos e músculos) e massa extra-metabólica (ossos, ligamentos, tendões, alimento, fezes, água), que são componentes de baixo ou nenhum consumo de energia. Avalia-se também a massa gorda (gordura corporal total incluindo a gordura subcutânea e visceral). Aí sim você conhece o indivíduo por dentro.”

Logo se vê, portanto, que medida certa é estar com boa saúde, mesmo que algumas “medidas” pareçam estar fora do senso comum.

 

****************

Sei que vocês já colocaram em suas agendas, diários secretos e calendários eletrônicos, mas não custa lembrar que domingo, 10 da manhã, no parque do Ibirapuera, em São Paulo, eu e Julia Zanolli, do JQC, e Treinador Sérgio Xavier, o genial autor de Vidas Corridas, Correria e Operação Portuga, falaremos com os amigos sobre corrida em cidades, uma das atrações do evento Move Brasil. Mais detalhes aqui.

/ 819 Posts

Paulo Vieira

Influenciado pelo velho “Guia completo da corrida”, do finado James Fixx, Paulo Vieira fez da calça jeans bermuda e começou a correr pela avenida Sumaré, em São Paulo, na adolescência, nos anos 1980. Mais tarde, após longo interregno, voltou com os quatro pés nos anos 2000, e agora coleciona maratonas – 6, com viés de alta – e distâncias menos auspiciosas. Prefere o cascalho de cada dia às provas de domingo e faz da corrida plataforma para voos metafísicos, muitos dos quais você encontra nestas páginas. Evoé.

Deixe seu comentário

Seu e-mail não será publicado ou compartilhado e os campos obrigatórios estão marcados com asterisco (*).

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.