Serra do Japi

Paulo Vieira

Ando em falta com meu circuito semi-urbano preferido, o do Pico do Jaraguá, o ponto mais alto da capital paulista, cujo trajeto você pode conhecer aqui, neste histórico filme do canal JQC do Youtube.

Tenho preferido  correr pelo Centrão aos fins de semana, domingo mormente, viadutos do Chá e Santa Ifigênia, esquina da Ipiranga com São João e homeless incluídos, como já falei aqui.

Mas há ainda um outro circuito próximo de São Paulo que é famoso entre corredores e bikers, onde estive duas vezes recentemente, uma delas a convite da empresa de acessórios esportivos Oakley: a Serra do Japi, no caminho de Jundiaí.

Corredores assumem bikes na Serra do Japi/Foto: Oakley
Corredores assumem bikes na Serra do Japi/Foto: Oakley

Não há cerrado ali, como em sua supreendente vizinhança, mas a velha e boa Mata Atlântica. Muita gente toma como ponto de partida o restaurante Japiapé, que serve bufês de café da manhã e almoço. Apenas 1K e você já sai do asfalto e entra numa estrada de chão rumo ao bairro de Santa Clara, próximo da entrada do Parque Estadual da Serra do Japi.

Japi/Foto: Oakley
Japi/Foto: Oakley

Dá para fazer um circuito bastante cumpridor, de cerca de 8K, com boas subidas e descidas, se você virar na primeira estrada à esquerda após o pórtico (que, construção inconclusa, como na música, já virou ruína).  Daí é só se manter na estrada até a encruzilhada, onde há uma espécie de macumbódromo. Tomando à direita, segue-se no rumo do asfalto e do ponto de partida.

JQC marca presença no Japi/Foto: Oakley
JQC marca presença no Japi/Foto: Oakley

 

Passam poucos carros ali, mas convém tomar cuidado com as bikes, especialmente nas descidas.

 

 

Tagged: , , , , , ,

/ 760 Artigos

Paulo Vieira

Paulo Vieira corre pelas ruas de São Paulo desde os 15 anos e pelo mundo desde os 32, quando passou uma temporada em Londres. Adora correr em estradas rurais, descobrir novos caminhos e ir e voltar do Pico do Jaraguá. Mas agora anda frequentando também treinos no Parque Villa-Lobos às 7 da manhã com seu tênis minimalista - desde que a Lusa não jogue na véspera.

Deixe seu comentário

* Campos obrigatórios. Seu e-mail não será publicado.