Mitos da nutrição esportiva

Paulo Vieira

Tag: , , , , , , , , ,

No decálogo, ou nem isso, que um longevo diretor da Editora Abril publicava em anos bissextos – e assim justificava mais um ciclo de bons rendimentos –, uma das regras era “copie”. Boas matérias, ideias, pautas, enfoques e abordagens adrede publicados, especialmente na imprensa estrangeira, deviam ser usados sem parcimônia.

Pastacius, deus da ingestão massiva de carboidrato
Pastacius, deus da ingestão massiva de carboidrato

 

Em tempos de internet, então, como na resposta do sertanejo à pergunta se gosta de farinha, “vixe”.

É claro que tudo o que você não deve fazer é citar a fonte.

E assim, eis-me a copiar uma postagem muito interessante do site Running Competitor. Só que este JQC não dá control c control v sem mais aquela: além de darmos bonito a fonte, chamamos a notável nutricionista Serena del Favero, do hospital Albert Einstein, para comentar estes “fatos consumados” da nutrição esportiva, verdadeiros dogmas entre atletas e treinadores.

1. A ingestão de açúcares simples durante o exercício é danosa.

Serena: Mito. Carboidratos de alto índice glicêmico, como o açúcar, são benéficos durante atividade física intensa com duração superior a 60 minutos.

2. Entupir-se de macarrão ou aumentar a ração de carboidrato nos dias que antecedem um corrida é essencial.

Serena: Em termos. Encher-se de carboidrato não é necessário em atividades com duração inferior a 90 minutos, mas em atividades aeróbias com duração superior, como uma maratona, o atleta pode sim se beneficiar desse loading de carboidrato.

3. Não é preciso esperar ter sede para tomar água durante o exercício.

Serena: Em termos. O importante é treinar a hidratação nos treinos também, assim, durante a prova, o atleta consegue se hidratar adequadamente sem se sentir “pesado” e sem desconfortos. A adição de eletrólitos e carboidratos também é importante para melhorar a absorção da água.

4. Para se conseguir o máximo de performance, é preciso recorrer a suplementos nutricionais.

Serena: Mito. Existem MUITOS suplementos que não funcionam (a grande maioria), mas infelizmente a indústria é grande e há muita propaganda envolvida. As pessoas querem resultados rápidos e o efeito placebo muitas vezes funciona.

5.  Desidratação é a principal causa de câimbras.  

Serena: Em termos. A fadiga muscular é um dos principais fatores de câimbras, mas a deficiência de eletrólitos, a desidratação e o baixo consumo de carboidrato também podem causá-las.

Veja mais sobre nutrição esportiva aqui, aqui e aqui e sobre hidratação aqui.

/ 819 Posts

Paulo Vieira

Influenciado pelo velho “Guia completo da corrida”, do finado James Fixx, Paulo Vieira fez da calça jeans bermuda e começou a correr pela avenida Sumaré, em São Paulo, na adolescência, nos anos 1980. Mais tarde, após longo interregno, voltou com os quatro pés nos anos 2000, e agora coleciona maratonas – 6, com viés de alta – e distâncias menos auspiciosas. Prefere o cascalho de cada dia às provas de domingo e faz da corrida plataforma para voos metafísicos, muitos dos quais você encontra nestas páginas. Evoé.

Deixe seu comentário

Seu e-mail não será publicado ou compartilhado e os campos obrigatórios estão marcados com asterisco (*).

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.