All you need is run

Paulo Vieira

Percorrendo contrafortes, vãos e desvãos de seu estado, a mineira Júlia Fernandes* volta a desencavar segredos esportivos encerrados nos mares infinitos de morros das Gerais. E como este parnasianismo de araque não combina com endorfina, abortemos, para gáudio geral, esta introdução. Vai lá, Júlia.

A meia maratona casca-grossa de Juiz de Fora
A meia maratona casca-grossa de Juiz de Fora

A cidade de Juiz de Fora, a 180 quilômetros do Rio de Janeiro e 255 de Belo Horizonte, reúne influências mineiras, cariocas e inglesas. Outrora chamada de Manchester Mineira e sede da primeira usina hidroelétrica da América do Sul, a cidade se destaca por outra criação britânica, a corrida de rua.

O município, de cerca de 500 mil habitantes, tem quatro faculdades de educação física e 68 equipes (38 masculinas e 30 femininas) de corrida – destas, 30 são de assessorias esportivas. Em 2014, serão realizadas 13 provas de 5 a 21K, contempladas no 28º Ranking de Corridas de Rua da cidade.

No último dia 8, a cidade realizou a Meia Maratona de Juiz de Fora. O evento pré-Copa reuniu cerca de 1500 atletas, que participaram também de uma prova de 10K e caminhada de 3K.

Próxima à barreira que dividia atletas e público estava a corredora juiz-forana Viviany Anderson. Ela acompanhava os atletas de sua assessoria, a Viva Sport Club. Viviany tem um currículo “modesto”: foi medalhista de bronze nos Jogos Pan-Americanos de Winnipeg (1999), bicampeã da Maratona de São Paulo (1997 e 1998) e campeã da maratona do Rio (1998).

Viviany chegou longe, e seus conterrâneos também se esforçam para isso. “Os participantes das provas são muito preocupados com seus resultados. As três melhores equipes recebem pontos a cada etapa. No final, troféus e medalhas são entregues aos cinco melhores de cada faixa etária, aos dez melhores no ranking geral e às três melhores equipes”, diz Marcus Vinicius Silva, responsável pela cronometragem eletrônica do Ranking de Corridas de Rua de Juiz de Fora.

Viviany Anderson, bicampeã da maratona de SP, orgulho de Juiz de Fora
Viviany Anderson, bicampeã da maratona de SP, orgulho de Juiz de Fora

Recente trabalho de conclusão de curso do estudante de educação física Wenderson Fernandes, do Instituto Metodista Granbery, mostra que a corrida mais antiga de Minas é realizada aqui em Juiz de Fora. É a Corrida da Fogueira, criada em 1942 por Vicente Ferreira dos Santos com o fito de promover a festa junina que acontecia no bairro Mariano Procópio. Em 2014, a prova será realizada no dia 19 de julho.

Aos jornalistas que correm, uma curiosidade. É de Juiz de Fora o registro do primeiro Sindicato dos Jornalistas do país, fundado na década de 1930. A cidade da Zona da Mata mineira também tem uma banda cover dos Beatles, o Beatles Forever. É tradicional seu show no dia de Natal no Cine Theatro Central.

Manchester mineira ou Liverpool mineira?

*Júlia Fernandes é jornalista e correspondente do JQC em Minas Gerais

Tagged: , , , , , , , , , ,

/ 728 Artigos

Paulo Vieira

Paulo Vieira corre pelas ruas de São Paulo desde os 15 anos e pelo mundo desde os 32, quando passou uma temporada em Londres. Adora correr em estradas rurais, descobrir novos caminhos e ir e voltar do Pico do Jaraguá. Mas agora anda frequentando também treinos no Parque Villa-Lobos às 7 da manhã com seu tênis minimalista - desde que a Lusa não jogue na véspera.

Deixe seu comentário

* Campos obrigatórios. Seu e-mail não será publicado.