A hora do suplemento

Julia Zanolli

Para a maioria das pessoas, a regra geral é: melhor garantir os nutrientes com a alimentação do que tomar suplementos. Mas corredores não são pessoas normais.  Principalmente aqueles que correm por mais de 20 quilômetros. “Nem sempre é mais eficiente e viável tentar garantir só com os alimentos,  a necessidade suplementação depende de cada atleta”, afirma Serena del Favero, nutricionista, especialista em educação física e fisiologista do exercício. “Nos corredores de longa distância o uso de suplementos energéticos, como os ricos em carboidratos, é importante para manutenção do desempenho até o final da prova”, afirma. No entanto, quando mal utilizados, os suplementos podem se tornar uma “muleta” para quem não tem tantos cuidados com alimentação. “Eles não substituem uma alimentação saudável e equilibrada”.

Serena alerta ainda para a importância de consultar um profissional antes de começar a tomar suplementos. “Apenas o nutricionista saberá recomendar o melhor produto, a dosagem correta e o melhor horário para consumi-lo. Além disso, o uso incorreto pode ocasionar problemas de saúde como aumento da pressão arterial, da glicemia, sobrecarga renal e hepática, entre outros”. Abaixo, ela explica os benefícios e cuidados dos suplementos mais comuns entre os corredores.

Gel de carboidrato – É uma fonte de energia, muito utilizado entre os corredores pela praticidade.
Benefícios: os estoques de carboidrato do corpo são limitados e muitas vezes inferiores à necessidade do atleta. Portanto, consumir suplementos que sejam fontes de energia durante a corrida evita ou retarda que os estoques de carboidrato se esgotem, mantendo o desempenho.
Cuidados: não deve ser consumido em excesso por aumentar muito a quantidade de açúcar no sangue e deve ser sempre consumido com muita água para evitar transtornos gastrointestinais.

Isotônico – Os isotônicos ou suplementos hidroeletrolíticos contém sódio e carboidrato em suas fórmulas e podem ser acrescidos de vitaminas e minerais e potássio.
Benefícios: são importantes para a hidratação e manutenção dos eletrólitos, que são perdidos no suor. Evita hiponatremia [quando os níveis de sódio caem demais] cujos sintomas podem variar desde náusea, vômito, cefaleia e mal-estar até convulsões e coma.
Cuidados: deve-se evitar consumir em excesso devido à alta concentração de sódio, principalmente se o consumo for durante uma corrida leve e curta onde não ocorra uma sudorese intensa.

Cafeína – Os suplementos de cafeína são produtos destinados a aumentar a resistência aeróbia em exercícios físicos de longa duração.
Benefícios: permite que o atleta consiga se exercitar por mais tempo na mesma intensidade e melhora a sensação de fadiga.
Cuidados: a cafeína pode ter efeito diurético e causar desidratação se o atleta não tomar cuidado com a hidratação durante a corrida. Se consumida em excesso e de maneira incorreta pode causar irritabilidade, tremores e aumento da frequência cardíaca.

Tagged: , , , , , ,

/ 219 Artigos

Julia Zanolli

Julia Zanolli começou a correr em nome do bom jornalismo quando foi trabalhar na revista Runner’s World sem entender nada do assunto. A obrigação virou curtição, mesmo depois de sair da revista. Se livrou do carro para poder andar a pé pela cidade, mas é fã assumida de esteira. Prefere falar de comida do que de nutrição e acha que ter tempo é muito melhor do que matá-lo.

Deixe seu comentário

* Campos obrigatórios. Seu e-mail não será publicado.