Beber, cair, correr

Paulo Vieira

Nossa nova super-repórter Julia Zanolli escreveu isto antes do Réveillon, mas como eu estava para lá de Bagdá (do Saco dos Limões, para ser mais preciso), deixei passar o timing. Mas como hoje é sexta-cheira, como se dizia nos 80, o texto também é muito recomendável para o dia. Enjoy.

Você sabe onde está? Seu pertences estão com você? Sua dignidade também? Ótimo. Então a questão é: você está a fim de correr? Se a resposta for não, volte para a cama. Você já vai ter um dia arrastado, concentre suas energias em fazer o mundo parar de girar.

Beba e corra - ou não
Soda limonada, você toma e não acontece nada

Mas tem quem goste de correr depois de tomar umas na noite anterior para “dar uma limpada”, ou “suar o álcool”. Nesse caso, o mais importante é tomar cuidado com a desidratação, segundo Livia Hasegawa, nutricionista especialista em fisiologia do exercício pela Unifesp. A perda de líquido durante a corrida por meio do suor já é motivo suficiente para se hidratar bem. Mas o álcool é a única bebida deste mundo que, além de trazer muita alegria, desidrata.

Por isso, a nutricionista recomenda beber muito: “Tome bastante água e água de coco, que ajuda a repor os eletrólitos, como sódio, potássio e magnésio”. Assim você melhora os sintomas da ressaca e não corre o risco de se desidratar ainda mais durante o exercício. “Mas se estiver com dor de cabeça forte, indisposição, náuseas ou tontura, não corra”, diz Livia.

Comer bem também ajuda o corpo a se recuperar. Dizem por aí que comida gordurosa é a pedida para a ressaca. Eu, que sempre fui fã da batata frita para levantar a moral, fiquei a ver navios. “A alimentação deve ser com baixo teor de gordura pois o fígado já está estressado”, disse a Livia. E mais: “Indico chá de boldo, que ajuda a desintoxicar o fígado, assim como a alcachofra. Prefira carnes magras, como o peito de frango”. Além disso, ela recomenda alimentos como arroz integral, mandioquinha e frutas para repor os carboidratos, além de verduras e legumes.

Durante o treino é hora de exercitar a moderação – coisa que a gente nem sempre faz quando bebe. Prefira uma corrida leve, em percurso com bastante sombra e sem subidas. Provavelmente você nem vai querer fazer muito mais do que isso. Aproveite para organizar as ideias e acordar o corpo.

E continue se hidratando. E isso vale para antes, durante e depois da bebida.

Tagged: , , , , , , , , , , , , ,

/ 728 Artigos

Paulo Vieira

Paulo Vieira corre pelas ruas de São Paulo desde os 15 anos e pelo mundo desde os 32, quando passou uma temporada em Londres. Adora correr em estradas rurais, descobrir novos caminhos e ir e voltar do Pico do Jaraguá. Mas agora anda frequentando também treinos no Parque Villa-Lobos às 7 da manhã com seu tênis minimalista - desde que a Lusa não jogue na véspera.

1 Comentário

  1. Márcia Helena Ramos

    Ótima matéria! Principalmente o que diz a Dra. Lívia. #melhornutri

    Reply

Deixe seu comentário

* Campos obrigatórios. Seu e-mail não será publicado.